sábado, 18 de janeiro de 2014

Dançando com a felicidade

"Quando o que somos é o que queremos ser, isto é felicidade." Marcio Kühne

DANIELA Pucci é paulistana e foi, desde sempre, uma aluna exemplar. Formada com uma das melhores notas da história da universidade, a Unicamp, um doutorado prestigiado e um prêmio internacional, em 2002, distinguindo-a como a melhor na sua área.
Daniela tinha a carreira lançada. Aos 28 anos, em 2003, Daniela entra como professora para o departamento de engenharia mecânica do MIT, aquela que é considerada a melhor universidade do mundo, pelo QS World University Rankings. Mas, apesar do sucesso e reconhecimento tanto no Brasil como além-fronteiras, ela não se sentia feliz. 
A vida profissional não deixava espaço para a pessoal e Daniela passou a se sentir como uma estranha no próprio corpo. A resposta estava no amor que encontrou: o tango. Apesar de sempre ter encarado a dança como uma atividade de lazer, Daniela Pucci se rendeu definitivamente quando foi a Buenos Aires pela primeira vez. Lá conheceu um outro amor, Luis Bianchi, dançarino profissional e agora companheiro de dança e de vida. 
"A incerteza dá muito medo. Deixar de lado um caminho que não é muito feliz, mas não chega a ser terrível, para apostar em algo sem garantia de resultado não é fácil. A mudança é incômoda". Mas o resultado, a sua felicidade, vale o esforço. Hoje, Daniela diz que vive "uma vida mais modesta" independente de quanto ganha em cada mês. "O principal para mim foi buscar um estilo de vida mais frugal, que me permite a liberdade de fazer o que quero", conclui. 
Ninguém, além de você, está no controle de sua felicidade. Portanto, ajuste as velas e corrija o rumo.

3 comentários:

✿ chica disse...

Que texto lindo e com verdades!! Somos o barqueiro da nossa visa, podemos escolher os ventos da felicidade!! beijos praianos( ainda estou em férias( chica

Misturação - Ana Karla disse...

Teresoca, teu blog está tão lindo!!!
E cheio de sabedoria, como sempre.
Xeros

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Teresa
Sim, a felicidade está em nós e não devemos entregá-la ao poder de ninguém... às vezes, escorregamos e somos infelizes, por isso...
Bjm fraterno

Postar um comentário

É assim...

É assim...
Tecnologia do Blogger.

ou é assim...

ou é assim...

Follow by Email

About Me

Minha foto
Pedra bruta se deixando lapidar pelo cinzel da vida

Seguidores