quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Há dois mil anos

Releitura.....foi a minha companhia antes e durante o carnaval.
A primeira vez que li, não tinha compreendido bem a dimensão da mensagem que este livro nos passa, e alguns anos depois reli com um outro olhar, digamos que mais questionador, e passados oito anos, mais uma vez me surpreendo com a riqueza de detalhes, e de aprendizado.
Sei que daqui alguns anos irei ler e encontrar novas lições que passaram desapercebidas, mas o que realmente importa, é a chance de extrair deste aprendizado algo que possa aplicar em minha vida,a questão de melhorar como ser em evolução, parece, mas não é nada fácil e muito menos impossível.
Existência minha, to arregaçando as mangas e buscando ir a luta....sei que a natureza não dá saltos, mas tenho que fazer minha parte. Apesar de muitos acharem que me cobro muito, mas só faço isto, porque não sei quem realmente quem sou ainda, mas tenho uma leve desconfiança,rsrsrs.....então se eu mesma não me modificar, ninguém mais fará isto por mim.
Dica: quando dispuserem de um tempo.....aproveitem as folhas desta encantadora obra.

4 comentários:

✿ chica disse...

Interessante reler o mesmo livro anos mais tarde. A visão é mais abrangente,não? Legal a dica! beijos,chica

Dilmar Gomes disse...

Vou procurar ler a obra indicada.
Um abraço. Tenhas um bom dia.

Milton Kennedy disse...

Oi Teresa Cristina, também estou relendo um livro excelente: Reforma íntima sem martírio.
Grande abraço, saúde e paz interior.

Ed Soares disse...

Fico imensamente feliz que tenhas lido tão magnífica obra de Emmanuel, Tesinha!

Aqui está sintetizada em muitas folhas, praticamente, lições para muitas vidas.

Me encantei e me encontrei na primeira leitura. Repetiu-se a mesma coisa quando a li na segunda, depois na terceira, quarta... Nossa, nem lembro o tanto de vezes que li e reli esta obra. Mas sei de uma coisa e posso garantir que é uma das obras, um livro que deve ser indicado não apenas uma, mas à tantas pessoas possamos imaginar.

Uma coisa que me encanta ainda é quando o espirito Emmanuel faz uma descrição sobre Jesus, o filho de Deus. A forma como ele o descreve, que ainda hoje é motivo de estudos é simples e tão somente magnífico.

Bom, mas acredito que me alonguei demais com meus pensamentos, de tão empolgado que fiquei.

Beijos na alma e muita paz, sempre!

Postar um comentário

É assim...

É assim...
Tecnologia do Blogger.

ou é assim...

ou é assim...

Follow by Email

About Me

Minha foto
Pedra bruta se deixando lapidar pelo cinzel da vida

Seguidores