quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Vik Muniz

Vik Muniz, artista plástico brasileiro que passou uma temporada no Gramacho, coordenando catadores para realizar este trabalho artístico.

O Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro, é considerado o maior lixão a céu aberto do mundo. Ali, são despejadas 7 mil toneladas de lixo todos os dias – 70% de todo o detrito produzido na cidade. De seus resíduos sobrevivem muitos catadores, que dali tiram seu sustento – e até sua alimentação.

O que era para ser apenas mais um de seus trabalhos se transformou em um legítimo envolvimento do artista com a comunidade. As fotos que fez dos catadores foram vendidas em leilões de arte e revertidas para a recuperação do local.


segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Expectativas muito elevadas

"Encare a vida como uma gangorra, sempre haverá momentos altos e baixos. A felicidade está no equilíbrio."
Marcio Kühne

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Se você pudesse escolher fazer uma coisa, sabendo que não iria falhar, o que seria?
 Robert Schuller

Hummmm....quem sabe um dia voltar a me relacionar novamente...com outra pessoa, é claro!!rsrs

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

ACREDITO NAS PESSOAS

Acredito nas pessoas. 
Especialmente naquelas em que habita algo mais que a humanidade. 
Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras entidades divinas... 
Falo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... 
Daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, que tecem elogios, agradecem e pedem desculpas com a mesma simplicidade de uma criança... 
Pessoas que não precisam fazer jogos para conseguir o que buscam, porque seus desejos são realizados por suas ações e reações, não por seus caprichos... 
Pessoas que fazem o bem e se protegem do mal, apenas com um sorriso, uma palavra, um beijo, um abraço, uma oração... 
Pessoas que atravessam as ruas, sem medo da luz que existe nelas, caminham firmes e levantam a cabeça em momentos de puro desespero... 
Pessoas que erram mais do que acertam, aprendem mais do que ensinam e vivem mais do que sonham... Pessoas que cuidam do seu corpo, porque este os acompanhará até o fim. 
Não ficam julgando gordos ou magros, negros ou brancos... 
Pessoas, simplesmente pessoas, que nem sempre têm certeza de tudo, mas acreditam sempre. Transparentes, amigas, espontâneas, até mesmo ingênuas... 
Prefiro acreditar em relacionamentos baseados em confiança, serenidade, humildade e sinceridade... 
Prefiro acreditar naqueles encontros, que nos transmitem paz e um pouco de gratidão... 
Prefiro acreditar em homens e mulheres, que reverenciam a vida com a mesma intensidade de um grande amor... 
Que passam pela Terra e deixam suas marcas, suas lembranças, que deixam saudades e não apenas rastros... 
Homens e mulheres que habitam o perfeito universo e a perfeita ordem nele existente... 
Homens e mulheres de alma limpa e puros de coração. 
(Breno Angellis) 

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Além da Liberdade (The Lady)

Uma história de amor épica sobre um casal extraordinário e seus sacrifícios para atingir felicidade e renúncia pessoal para uma causa maior. Aung San Suu Kyi (Michelle Yeoh) e Michael Aris (David Thewlis) mantém o amor apesar da distância que os separa e a hostilidade do regime ditatorial na Mianmar.

.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.

Apesar do título original não ter nada a ver com o brasileiro, mas é um filme supreendente em todos os sentidos, tenso do início ao fim.
Fotografia e música ...perfeitos!!
Frase do filme: "Pode até não pensar em política, mas a política pensa em você!"

sábado, 18 de agosto de 2012

Jamais se esqueça que Deus te ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois a vida é construída nos sonhos e concretizada no amor.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

A história do lápis

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:
— Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
— Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
— Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.
"Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade".
"Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor."
"Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça".
"Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você."
"Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca.
Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação".

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Feijões ou Problemas???

Conta-se a lenda que um monge, próximo de se aposentar
precisava encontrar um sucessor.
Entre seus discípulos, dois já haviam dado mostras
de que eram os mais aptos, mas apenas
um poderia sucedê-lo.

Para sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio
para colocar a sabedoria dos dois à prova.

Ambos receberam vários grãos de feijão
que deveriam colocar dentro dos sapatos, para então
 partirem a subida de uma grande montanha.

Dia e hora marcados, começa a prova.
Nos primeiros quilômetros, um dos discípulos começou a mancar.

No meio da subida, parou e tirou os sapatos.
As bolhas em seus pés já sangravam, causando imensa dor.
Ficou para trás, observando seu oponente sumir de vista.
Prova encerrada, todos voltam ao pé da montanha
para ouvirem do monge o óbvio anúncio.

Após o festejo, o derrotado aproxima-se e pergunta ao seu oponente
como é que ele havia conseguido subir e descer
com os feijões nos sapatos:

- Antes de colocá-los no sapato, eu os cozinhei - foi a resposta.

Carregando feijões ou problemas,
há sempre um jeito mais fácil de levar a vida.
Problemas são inevitáveis.  
 Já a duração do sofrimento é você quem determina...
APRENDA A COZINHAR SEUS FEIJÕES!


domingo, 12 de agosto de 2012

Feliz dias dos Pais!!

Amar os filhos não é tudo.
  É preciso saber amar.
  Amo quando digo sim.
  Amo mais, quando digo não.
  O sim é festejado agora.
  Só no futuro se sabe
  Quão importantes os limites são

sábado, 11 de agosto de 2012

O TOMBO

NAQUELE DIA TOMEI UM TOMBO... E APRENDI. 
E assim, naquele dia que parecia como outro qualquer, meu mundo tornou-se cinzento. 
E assim, naquele dia que parecia como outro qualquer, decidi que o meu maior triunfo seria sobre mim mesmo. 
Aprendi que as quedas são estímulos para que aprendamos a levantar, com dignidade e com coragem. Aprendi que para olhar o mundo, é preciso estar no chão. 
Eu só o conhecia do alto da minha arrogância. 
Descobri que nunca tinha questionado se minhas ambições incluíam a ética. 
Aprendi que nada nos acontece por acaso. 
Sempre há um “para que”. 
Descobri as caras feias que eu estava vendo nada mais eram que meus reflexos em milhares de espelho. Naquele dia descobri que meus rivais e meus desafetos eram apenas ameaças à minha insegurança. . 
As sombras que me seguiam nada mais eram do que o reflexo negro da minha alma. 
Descobri que carregava em mim um Ego muito maior que eu. 
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tenha sido. 
Descobri que as minhas ambições eram fruto da minha enorme onipotência. 
Naquele dia, deixei de ser um propagandista dos meus triunfos passados e passei a ser a minha luz do presente. 
Aprendi também que de nada serve ser luz se não posso iluminar o caminho dos demais. 
Naquele dia, deixei de ser o comercial do meu pseudo-conhecimento e passei a aprender um pouco mais. Aprendi também que de nada serve saber se não posso compartilhar e legar o conhecimento. 
Que para multiplicar o pão de cada dia, é preciso dividi-lo. 
Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim continuar a subida. 
Aprendi que a vitória duradoura não vem de sopetão. 
Ela é conquistada por etapas. 
Eu subi rápido demais, alto demais! Vi que na luta pelos meus objetivos, o maior é lutar. 
E que são os caminhos sofridos que nos amadurecem e domam. 
Aprendi que posso fazer qualquer coisa e arcar com a responsabilidade das quedas. 
Deixei de me importar com quem ganha ou perde, e me importar simplesmente com quem faz. 
Decidi ver cada problema como uma oportunidade para aprender a achar soluções. 
Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las. 
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de recomeçar. 
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver. 
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis. 
Aprendi que as palmeiras altas e eretas, nos dão uma lição de dignidade e postura, diante das intempéries da vida. 
Aprendi que o melhor triunfo que posso ter, é ter o direito de chamar alguém de "amigo". 
Descobri que o amor é mais que um simples estado enamorado, "o amor é uma decisão de vida. 
Vi que não estava protegendo aqueles que eu amo. 
Quando o bem é precioso demais, todo zelo é pouco. 
E que eu não sou o bem mais precioso! 
Aprendi que a compaixão não é sentimentalismo e sim humanidade. 
Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para fazer a realidade. 
Aprendi que a imagem do inatingível é o que nos aciona para que o busquemos. 
Tudo para mim foi atingível! 
E desde aquele dia já não durmo para descansar simplesmente... durmo para sonhar! 
E desde aquele dia já não batalho para triunfar e sim para lutar no combate. 
E desde aquele dia já não vivo mais para ganhar e sim para viver. 
Para cair... 
Para levantar... 
Para continuar... 
Para chorar... 
Para perdoar... 
Para respeitar... 
Para amar... ... 
Para aprender e para decidir sobre quem eu quero ser. 
(D.A)

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

A Invenção de Hugo Cabret

Paris, anos 30. Hugo Cabret (Asa Butterfield) é um órfão que vive escondido nas paredes da estação de trem. Ele guarda consigo um robô quebrado, deixado por seu pai (Jude Law). Um dia, ao fugir do inspetor (Sacha Baron Cohen), ele conhece Isabelle (Chloe Moretz), uma jovem com quem faz amizade. Logo Hugo descobre que ela tem uma chave com o fecho em forma de coração, exatamente do mesmo tamanho da fechadura existente no robô. O robô volta então a funcionar, levando a dupla a tentar resolver um mistério mágico.
.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.

 Oiee!!
Tem filmes que realmente tem o dom de eterrnizar  frases, sentimentos, músicas enfim é puramente mágico.
"Gosto de imaginar que o mundo é uma grande máquina. Você sabe, máquinas nunca tem partes extras. Elas têm o número e tipo exato das partes que precisam. Então imagino que se o mundo é uma grande máquina, eu também estou nele por algum motivo. E isso significa que você também está aqui por alguma razão".
" Se você perde seu propósito… é como se você estivesse quebrado".

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A Virgem de Vesta

França, século XVI. Época do Rei Henrique III e a perseguição aos huguenotes, os primeiros protestantes; de Catarina de Médice e da cruel noite de São Bartolomeu. E é nesse cenário de poder, riqueza e sedução, que os personagens desta obra vivem avassaladora história, de intrigas e paixões, consequência de erros e desacertos, que teve seu princípio muitos anos antes, na Grécia, época do Império Romano, onde alguns desses Espíritos ali viveram, envolvidos com uma das virgens do Templo de Vesta, guardiã do fogo sagrado. Dois períodos, uma única história, marcada por oportunidades e desvarios que atravessaram séculos, confirmando que somos artífices de nossa própria vida e que a colheita dependerá inevitavelmente daquilo que semearmos.
 .~.~.~.~.~.~.~.~.

Um romance muito legal, devorei este livro!!
Frase que fica para uma profunda reflexão: " O nosso direito finaliza ao começarmos a pisar nos sentimentos alheios".

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Quando você desviar do caminho, comece tudo de novo. Pois assim você terá cada vez mais amor pela vida e descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas saber usar suas lágrimas para irrigar a tolerância. Saber usar suas perdas para polir a paciência. Saber usar suas falhas para construir a serenidade. Saber usar sua dor para aumentar o prazer. Saber usar os obstáculos para abrir as janelas da sabedoria. Não desista nunca de si mesmo. Não esqueça nunca as pessoas que te amam. Não desista nunca de quem te ama. Não desista nunca de ser feliz, pois... 
 A VIDA É UM SHOW FANTÁSTICO

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

7º SIMESPE

7º SIMESPE – SIMPÓSIO DE ESTUDOS E PRÁTICAS ESPÍRITAS DE PERNAMBUCO

P R O G R A M A Ç Ã O:
Dia 24/08/2012 – Sexta-feira:
19:00h – Abertura do Evento
19:30h – Momento de Arte – Nando Cordel
20:00h – Palestra de abertura: “VIVER JESUS: A ÚNICA ALTERNATIVA! JÁ NÃO VOS
              DIGO AMANHÃ; O MOMENTO NOS CONCLAMA: AGORA!”
              Conferencista: DIVALDO PEREIRA FRANCO (BA)
Dia 25/08/2012 – Sábado:
08:00h – Abertura e Momento de Arte – Sibélius Donato Tenório e Ballet Clássico
08:40h – Seminário: “ESSES DIAS GLORIOSOS!”- 1º módulo
               Conferencista: DIVALDO PEREIRA FRANCO (BA)
09:50h – Intervalo
10:20h – Momento de Arte – Valda Sedícias
10:40h – Seminário: “ESSES DIAS GLORIOSOS!” – 2º módulo
               Conferencista: DIVALDO PEREIRA FRANCO (BA)
11:50h - Intervalo almoço                                          
13:40h – Momento de Arte – Rui Marques
13:55h – Palestra: “JESUS, O MESTRE POR EXCELÊNCIA; KARDEC, O DISCÍPULO FIEL –
              SEMEADORES DE UM NOVO TEMPO; POMICULTORES DE UMA NOVA ERA”.
              Conferencista: JUSELMA COELHO (MG)
14:55h – Momento de Arte – Valda Sedícias.
15:10h – Palestra: “SABER É PARA SEMPRE; CRER É TRANSITÓRIO. O CAMINHO ESTÁ
              POSTO E A VIDA CLAMA: ENTREGA-TE A DEUS!”
              Conferencista: SIMÃO PEDRO (MG)
16:20h – Intervalo
16:50h – Palestra: “ESPIRITISMO: O EVANGELHO DE JESUS REDIVIVO ESTABELECENDO
              AS BASES DE UMA NOVA ERA”.
              Conferencista: HAROLDO DUTRA DIAS (MG)
Dia 26/08/2012 – Domingo:
08:00h – Momento de Arte – Edgar Diniz – poeta cordelista.
08:15h – Palestra: “ O PROBLEMA DO SER, DO DESTINO E DA DOR – AS RAZÕES DO
              SOFRIMENTO – COMO CONQUISTAR A FELICIDADE”.
              Conferencista: ALBERTO ALMEIDA (PA)
09:30h – Intervalo
10:00h – Sala de Entrevistas – Participantes: JUSELMA COLEHO, SIMÃO PEDRO, ALBERTO
               ALMEIDA E HAROLDO DUTRA DIAS.
12:30h – Intervalo almoço
14:20h – Palestra: “SOMOS ESPÍRITOS IMORTAIS A CAMINHO DA PERFEIÇÃO –
              FAMÍLIA: A BASE FUNDAMENTAL
              Conferencista: SILVÉRIO PESSOA (PE)
15:30h – Intervalo
16:00h – Palestra: “JUSTIÇA DIVINA – A LEI DE DEUS NA CONSCIÊNCIA HUMANA –
              O CÉU E O INFERNO NA VISÃO ESPÍRITA”
              Conferencista: FREDERICO MENEZES (PE)
17:20h – Encerramento.

# Grupo Espírita Seara de Deus – Janga – Paulista – PE (Fone: 81 3434.1128)


domingo, 5 de agosto de 2012

Muito Put* da Vid*!!!

Aff....sinceramente tão o título acima que não vou me desculpar por ele mesmo!!
Qual a graça de um infeliz em mudar teu email e senha da sua conta de twitter???
Poderia até criar outra conta,mas sinceramente brochei...por hoje é só!!

sábado, 4 de agosto de 2012

O início de um hábito é como um fio invisível, mas a cada vez que o repetimos o ato reforça o fio, acrescenta-lhe outro filamento, até que se torna um enorme cabo, e nos prende de forma irremediável, no pensamento e ação. 
Orison Swett Marden


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

E Aí, Comeu?


Fernando, Honório e Fonsinho são três amigos de infância que, diante da "nova mulher", tentam entender o papel do homem no mundo atual. Fernando (Bruno Mazzeo) é um arquiteto talentoso que acaba de ser deixado por Vitória (Tainá Muller).Ainda tentando entender os motivos da separação, conhece a linda adolescente Gabi (Laura Neiva), inteligente, bem resolvida e madura(fala sério!!é uma coisa de cada vez, tá!! isso só existe nos personagens de novela e blá,blá, blá...kkkkkk). Honório (Marcos Palmeira), jornalista, é o machão à moda antiga. Casado com a bela e independente Leila (Dira Paes), ele suspeita que está sendo traído. Fonsinho (Emilio Orciollo Netto) é um escritor conquistador de mulheres. Solteiro convicto, nunca se casou e nunca conseguiu terminar um livro. Sua maior crítica é a garota de programa Alana (Juliana Schalch), por quem ele acaba se apaixonando. Reunidos no Bar Harmonia, eles tentam resolver seus dilemas. 
.~.~.~.~.~.~.~.
Oiee!!
Ouvi tantas críticas negativas, que resolvi assistir, claro!!!
Humor inteligente?...bem, posso dizer que sim, em alguns momentos do filme com certeza, e não foram  aqueles momentos  em que disseram suas taras sexuais(vi gente confundindo com machismo - e agressão a imagem feminina, sinceramente a criatura não sabe diferenciar tara sexual e machismo ou não sabe nem o que é uma coisa e outra,aff, querer tudo no estilo poético e cheio de polidez cansa,sabia?) ou os palavrões infinitos, até pela cena em si passar em um bar onde se geralmente reune-se com os amigos de maior convivencia isto normalmente é o que mais se faz e atire a primeira pedra quem nunca fez!!
Tem uma cena em que ri demais, porque o Fernando solta uma frase ridícula para a tal Gabi no elevador, e só depois que ela sai que ele se dá conta da asneira que falou.
Mas mostra o filme também a necessidade do diálogo em uma relação, porque é bem habitual quando uma relação está perto de fracassar ou já fracassou de fato, um achar que tudo deu errado por culpa do outro.
O filme começa bem animado e termina morninho, mas é uma sessão besteirol boa para relaxar, sim!!
PS: aos puritanos, cheios de não me toques e hipócritas de plantão façam o favor de não assistir mesmo;)







É assim...

É assim...
Tecnologia do Blogger.

ou é assim...

ou é assim...

Follow by Email

About Me

Minha foto
Pedra bruta se deixando lapidar pelo cinzel da vida

Seguidores