domingo, 21 de julho de 2013

Uma atitude de gratidão

"Não importa se a viagem é longa quando o destino é o seu coração." 
Marcio Kühne


"No Mês da Gratidão que estipulei para mim mesmo," conta-nos David Hochman, "me veio à cabeça a Srta. Riggi, minha professora de inglês da 8ª série. 
Foi ela quem primeiro me abriu os olhos para os gigantes literários. Foi ela a primeira a me encorajar a escrever. Mas será que lhe agradeci? 
Será que alguém lhe agradeceu? 
Dei alguns telefonemas rápidos e descobri que ela ainda dava aulas no mesmo distrito escolar, depois de quase 40 anos. 
Comprei passagens para mim e meu filho Sebastian: iríamos a minha cidade natal. 
No avião escrevi rascunhos da minha carta para a Srta. Riggi. 
Achei que estava pronto, mas, quando entrei na sala de aula, com Sebastian agarrado às minhas pernas, fiquei mais ansioso do que nunca. 
A Srta. Riggi era mais baixa do que eu me lembrava, mas inconfundível c om aqueles cabelos compridos e os olhos brilhantes e inteligentes. 
Depois de um abraço meio sem graça, nos sentamos. 
Respirei fundo e comecei a ler: Quero lhe agradecer o impacto que a senhora teve na minha vida, comecei. 
Há quase 30 anos, a senhora apresentou as maravilhas da palavra escrita à minha turma da 8ª série. 
Sua paixão por tramas e personagens e seu entusiasmo pelas palavras me fizeram perceber que o mundo fazia sentido. 
Que vida grandiosa, pensei, ser capaz de dividir histórias com os outros! 
Algumas linhas adiante, sentado ali, com a minha mentora e com o meu filho no colo, a emoção tomou conta de mim. 
As décadas se desfizeram e nada tinha mais importância do que o ato simples de compartilhar. Foi como se eu falasse por gerações de alunos: 
O tempo passa. 
As lembranças se confundem e desvanecem. Mas eu nunca esquecerei o entusiasmo de chegar todos os dias à su a aula. As lágrimas vieram para nós dois. E, quer tenha sido o sorriso da Srta. Riggi quando terminei de ler a carta, ou o simples alívio de dividir o que estava havia muito tempo em meu coração, a sensação de paz que senti durou até bem depois de Sebastian e eu voltarmos para casa."

Ser grato é ter elegância com a vida, resmungar é ser comum.
.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~.~

Ontem foi o dia mundial da amizade, não preciso especificamente de uma data para exercer a gratidão da amizade de todos que se disponibilizam a abrir os seus braços e me acolherem com sua amizade verdadeira, rara e cara....simplesmente....sou muito grata!!

2 comentários:

✿ chica disse...

A gratidão é um lindo modo de exercitar nosso melhor lado na vida. E também sou grata pela amizade que recebo! bjs praianos,chica

Ed Soares disse...

Quando estava lendo este texto que você nos trouxe hoje, comecei à lembrar de algumas professoras que passaram em minha vida.

D. Norma
Luiza
Severina
E tantas outras.

Tantos nomes que sinceramente fico com a mente confusa em relembrar delas.

E pude perceber, conforme o texto, de que nunca lhes agradeci pelos ensino das letras.

Beijos na alma Tesinha, com o desejo de muita paz, sempre!


ZZZzzzzzzzzzzzzzz...

Postar um comentário

É assim...

É assim...
Tecnologia do Blogger.

ou é assim...

ou é assim...

Follow by Email

About Me

Minha foto
Pedra bruta se deixando lapidar pelo cinzel da vida

Seguidores